Como trabalha um Psicólogo?


-->
Por que devo ir ao Psicólogo? Psicólogo não é coisa de maluco? Será que uns remédios não adiantariam? Ou melhor, será que Deus não me curaria sem precisar ir ao Psicólogo? Vou ficar dependente do Psicólogo? Realmente preciso disso? 

Este texto junto de alguns outros como o  Psicoterapia são ensaios introdutórios sobre psicoterapia. Neles abordo a terapia em si. Estou aberto a dúvidas e questionamentos nos espaços abertos aqui no site para comentários. 

Essas dúvidas, receios e medos são os maiores empecilhos para Psicoterapia. Creio que as defesas psicológicas de uma pessoa são os produtores e mantenedores desses receios em sua maior parte. Inconscientemente a pessoa se 'faz de forte' e independente ou sustenta um preconceito para escapar da terapia.

Só que os prejuízos a longo prazo são piores. As pessoa só costumam ir ao Psicólogo quando o nível de angústia e a dor são muito grandes e ou o estrago já está insuportável. Aí é tarde demais e os efeitos da terapia se tornam mais longínquos de se alcançar. 

Manter um pensamento de que 'não preciso de psicólogo' a longo prazo pode representar um prejuízo, pois a manutenção da angústia por um longo tempo é extremamente prejudicial ao corpo e à mente de uma pessoa, causando psicossomatizações em alguns casos. 


A angústia não trabalhada é 'jogada embaixo do tapete' para a pessoa poder 'viver' melhor. Esse processo de 'jogar para debaixo do tapete' é chamado recalque e tode ter inúmeros prejuízos para a vida psicosocial de uma pessoa. 

Portanto, algumas pessoas sustentam duvidas de se precisam ir ou não ao Psicólogo e também possuem preconceitos e receios sem fundamentos, o que as impede de procurar  ajuda de um profissional. Ainda existe um ideia infundada de que ‘Psicólogo é coisa para maluco’. Isso é uma ideia ultrapassada e que nunca foi verdade.

Outra atitude muito comum está relacionada aos medicamentos e à cura divina. São usados como desculpas para não ir ao Psicólogo. Alguns vão adiando a resolução de seus problemas contando com a ajuda de um remédio ou da cura Divina. O remédio resolve, mas temporariamente pode apenas sedar os sintomas sem combater, em algumas vezes, a causa real do problema. Pode apenas abafar o problema, pondo panos quentes nele que ajudam a amenizar os sintomas. Com o tempo, o problema pode ficar muito pior.

Deus cura. Mas porque não ir a um Psicólogo e junto com a ajuda Divina tentar resolver os problemas? Às vezes o Psicólogo é a própria cura que Deus quer que você busque junto com a oração. Às vezes o Psicólogo é o meio de cura que Deus colocou no seu caminho para proporcionar o milagre que Ele quer efetuar. Alguém deixa de se operar de câncer contando com o milagre Divino? Ou será que a operação não pode ser considerada um meio de o Milagre de Deus agir? Deus colocou a ciência no meio do seu povo para proporcionar milagres diversos.

Há pessoas com altos níveis de estresse do dia-a-dia, sem uma relação social satisfatória com os amigos e familiares, com problemas e sintomas que não sabem de onde vêm, com dificuldades de memória, impacientes, impulsivos, com dificuldades no relacionamento, com problemas de aprendizagens, ou até mesmo sem saber que carreira procurar para fazer a faculdade. Esses são apenas algumas questões que podem sinalizar a necessidade de ajuda de um Psicólogo.

O psicólogo atua nos problemas de saúde, nos escolares, nos familiares e sociais de uma forma ampla. Numa ação preventiva, de investigação e de intervenção para a cura. Não só necessariamente para quem está com problemas sérios, mas principalmente que está na busca de prevenção de problemas que poderiam surgir na relação pessoal ou na relação consigo mesmo. A ajuda psicoterapêutica pode ser preventiva e ou de intervenção para a cura.

O adiamento de uma psicoterapia para tratamento de um problema psicológico pode ocasionar várias complicações na saúde como um todo do paciente. Desde distúrbios psicológicos até complicações com a saúde do corpo, além de sérios comprometimentos com a atividade profissional, escolar, sexual e escolar.

O Psicólogo Clínico é considerado por lei um profissional de saúde e atua nos mais diversos problemas da mente e de interação social, colaborando com o tratamento e com o desenvolvimento psicológico da pessoa, incluindo dentre outros:

  • Problemas de cognitivos diversos como aprendizagem, memória, etc;
  • Orientação vocacional (para cursos, faculdade, etc);
  • Problemas de relacionamento conjugal, como falta de comunicação;
  • Abuso sexual sofrido por crianças;
  • Tratamento de traumas diversos;
  • Tratamento de manias e fobias;
  • Comportamentos desajustados;
  • Problemas com transtornos mentais diversos e síndromes psicológicas (como o Pânico, Obsessões, esquizofrenia, transtornos de humor, transtorno de personalidade;
  • Transtornos de Alimentação como bulimia, anorexia;
  • Hiperatividade e Impulsividade Infantil, problemas de ajustamento escolar e social;
  • Depressão, ansiedade, estresses, angustias;
  • Dependência Química (drogas, cigarro, álcool, etc);
  • Acompanhamento de Gravidez e de internação e ou recuperação hospitalar;
  • Atendimentos de Caráter Preventivo;
  • Trabalhos de Autoconhecimento com proposta de Autodesenvolvimento Pessoal e Interpessoal;

O psicólogo pode atuar com atendimentos:
  • Individuais;
  • Grupais;
  • De Casal e família;
  • De Adolescentes;
  • De Adultos;
  • De Crianças;
  • De Organizações;

Em consultas, o Psicólogo Clínico utiliza de várias ferramentas, dentre elas:

  • Testes diversos como personalidade, de habilidades cognitivas e sociais, dentre outros testes;
  • Avaliações Psicológicas;
  • Diagnóstico Psicológico;
  • Entrevistas;
  • Dinâmicas;
  • Diálogos Terapêuticos;
  • Técnicas Psicoterapêuticas;


O tempo de cada Psicoterapia depende muito do problema em questão: de meses a anos. Numa primeira consulta o psicólogo recebe a queixa do paciente, recolhendo dados para esclarecer o problema. No processo o Psicólogo pode aplicar testes. Depois formula uma hipótese diagnóstica (das causas do problema) e elabora um plano flexível de tratamento.

A alta dependerá da relação e da aceitação do paciente com as técnicas, não há possibilidade de dependência total com o psicoterapeuta.

A proposta de tratamento preventivo ou de intervenção para a cura não são as únicas possibilidades de atuação. O Psicólogo ainda pode proporcionar um atendimento para um paciente sem nenhum tipo de problema especifico, mas que deseja se empenhar na busca de autoconhecimento para um posterior desenvolvimento pessoal e interpessoal.

Ainda vale ressaltar que é dever do psicólogo respeitar o sigilo profissional a fim de proteger, por meio da confidencialidade, a intimidade das pessoas, grupos ou organizações. A Psicologia é uma profissão regulamentada em lei, e possui um Conselho Federal que busca fiscalizar e orientar e apoiar a profissão. 

37 comentários :

  1. Gostei muito do texto, nunca tive preconceito com psicólogos, inclusive, gostaria de ter feito terapia desde meus 17 anos, quando percebi que por causa da minha timidez não era feliz.
    Primeira coisa que fiz foi orar a Deus para que acabasse com minha timidez, para que eu tivesse a vida cheia de amigos que queria ter e, durante todos esses anos, vejo que Deus colocou no meu caminho vários artefatos da psicologia para que se cumprisse em minha vida o que eu tinha pedido a Deus.
    Daí, vejo um documentário da chamada da meia noite (www.chamada.com.br) sobre psicologia e, pela minha compreensão, eles criticaram o uso de terapia por cristãos.
    Fiquei desesperado, estava eu no caminho contrário ao de Deus, então porque sinto-me tão feliz. Seu texto foi reconfortante. Gostaria de perguntar a ti, Dr Marcelo, se existe algum livro que eu possa ler que explica melhor sobre a psicologia e a bíblia, que eu possa ler e ter consciência sobre o que pode - se e o que não se pode no tratamento psicológico.
    Porque há muitas linhas, por exemplo, já me disseram que hipnose é ocultismo, assim como terapia da linha do tempo, PNL. Outros me dizem que qualquer terapia não é da vontade de DEUS, é colocar um homem como seu guia e se afastar de DEUS com soluções carnais e do homem.
    Nossa cabeça fica tentando saber o que é certo e o que é errado, mas o que percebo, é que é mais do que o pastor acha sobre do que baseado na bíblia, gostaria de um estudo da psicologia baseado na bíblia, saber se estou no caminho certo ou errado, para daí, mudar.
    Existe algum livro bom sobre isso ?

    Muito Obrigado,
    Renato Francisco Ferreira

    ResponderExcluir
  2. Estimado Renato Francisco Ferreira, para qualquer resposta mais detalhada, pode me enviar um email.
    Obrigado pela sua visita ao site.
    Esta é uma dúvida importante e pertinente de muitas pessoas. Tens o direito de tê-la.
    Vi o site que me indicastes, é muito crítico em relação à Psicologia, mas sem fundamento.
    Não sei como pessoa s no século XXI ainda criticam a Psicologia sem fundamentação. Essa questão já fora respondida pelo Teólogo Calvino há centenas de anos. Ele foi o primeiro a reconhecer que Deus possibilita ao homem o descobrimento das particularidades de sua criação através da ciência. Fé e ciência não são incompatíveis. É sim incompatível o ateísmo dos cientistas e a fé.
    Como podemos dizer que a lei da gravidade é contra a fé? Como podemos dizer que a lei da regulação homeostática do corpo humano é contra a fé? Como podemos dizer que a Lei de Kepler é contra a fé? É contra a fé dizermos que os pensamentos humanos podem gerar depressão? Como podemos negar que o homem não possui inconsciente se que o Apóstolo Paulo fora o primeiro a anunciar sua presença, sabia disso? Todos esses são fenômenos criados por Deus. O que os homens fazem é descrever insuficientemente através de teorias o funcionamento do maquinário criado por Deus.
    Sou Cristão e nunca tive problemas em conciliar o que estudo com a Fé. O problema não é a Psicologia, é o que se faz dela. Vale ressaltar que há profissionais que se autointitulam de Psicólogos e com práticas não reconhecidas pela ciência. Não defendo esses, defendo a Psicologia como reconhecida pelo meu Conselho Federal. O Conselho Federal de Psicologia (CFP) tem se posicionado contra isso através de seu poder de legislação, orientação e fiscalização. Práticas místicas e esotéricas sem fundamentação têm sido combatidas pelo meu Conselho. Qualquer dúvida sobre procedimentos e registros de Profissionais podem ser tiradas no CRP (www.pol.org.br).
    Necessitas saber que a mente humana é regida por leis e estruturas, portanto passível de estudo. Ir ao médico é sinal de dependência deste profissional ou apenas de uso de um serviço? Portanto ir a um Psicólogo é permitir-se com a ajuda de um profissional que possui estudo sobre a mente um apoio para a compreensão dos próprios fatores da personalidade e do comportamento. Não vai contra o que Jesus disse. Ele veio para falar do seu Reino e não de Psicologia Humana, portanto como pode a Psicologia ser contra sendo que Psicologia não era o objetivo da fala de Jesus?
    E quer saber? Muitos Cristãos podem ser salvos com neuroses, psicoses, ‘transtornos de personalidade múltipla’, depressão, estresse, angústias, síndromes psíquicas e etc. A única diferença entre o Cristão que freqüenta e o Cristão que não freqüenta o Psicólogo é que o que freqüenta chegará ao céu tratado de seus transtornos.
    Negar a Psicologia é negar que: Há cristãos que sofrem psiquicamente e que falecem com transtornos mentais e psicológicos e conseqüentemente negar que estes possuem a Salvação anunciada por Jesus, afirmando que não irão para o Céu. Não é uma inconsequência?
    Não se preocupe. Fazer Psicologia e ir a um Psicólogo não tem nada de contrário à sua Fé, Renato. Tem o direito de se preocupar, mas desde já fique tranqüilizado.

    Quanto ao vídeo que está lá, a pessoa deveriam estudar um pouco mais de Psicologia para depois procederem às críticas. Percebi algumas irregularidades grosseiras.

    ResponderExcluir
  3. sinto dificuldade no aprendizado sera que preciso passar pelo psicologo

    ResponderExcluir
  4. Bom, difícil responder dessa forma... um diagnóstico precisa ser elaborado... muitos fatores devem ser levados em consideração e mesmo assim, deve-se levar em conta fatores contingentes que 'impedem' o aprendizado de forma satisfatória, tais como estresse crônico, depressão latente, etc.

    Estados emocionais e pouca vontade podem ser geradores de angústias que impedem o aprendizao, contudo não são regras explicativas para todos os casos.

    Aconselho procurar ajuda de um profissional através de consulta.

    ResponderExcluir
  5. Sou estudante de teologia e estou fazendo um artigo sobre aconselhamento cristão, gostaria se possível que me indicasse algus autores de peso academico para enrriquecimento do mesmo.
    Desde já agradeço pela sua possível ajuda.

    atenciosamente:marciamariadelfim1962@gmail.com

    ResponderExcluir
  6. Márcia 31 de janeiro de 2012
    Achei bastante relevante os comentarios e respostas deste blogue e resolvi escrever-me no mesmo. Espero contar com a acessoria do Dr. marcelino Quirino, quanto a indicação de alguns livros na aréa de aconselhamento cristão. Pois estou iniciando um artigo e gostaria de receber indicação de livros de peso academico. Posso contar com sua ajuda?


    Atenciosamente:marciamariadelfim1962@gmail.com

    ResponderExcluir
  7. Oi, Márcia. É Marcelo Quirino o meu nome.
    Email enviado para você com o programa que usei no meu curso no Seminário de Caxias.

    ResponderExcluir
  8. GOSTEI MUITO DE SUAS COLOCAÇÕES A RESPEITO DA FÉ E DA PSICOLOGIA, GOSTARIA QUE ME RESPONDESSE A UMA SIMPLES PERGUNTA: O QUE FAZER QUANDO UMA PESSOA QUE NECESSITA DE TRATAMENTO PSICOLÓGICO NÃO ACEITA PROCURAR UM PSICÓLOGO?

    ResponderExcluir
  9. Olá, nesse caso, conversa e esclarecimento. Eventualmente a pessoa ostenta preconceitos sobre o psicólogo, ou falta de informação, ou receios e medos... enfim. O ideal é identificar a causa da resistência para tentar um diálogo sobre a necessidade de tal ajuda.

    ResponderExcluir
  10. Adorei o seu texto.Nunca tiva preconceito por psicologo por isso faço terapia.

    ResponderExcluir
  11. Ola, boa tarde.. adorei o texto, e confesso que tinha alguns preconceitos sobre o assunto ' psicólogo', mais admito que isso foi antes de ler o texto. só tenho uma dúvida, pessoas que tem muita dificuldade de se relacionar com outras pessoas, pessoas que não gostam de andar sozinha nas ruas, não se sentem bem na presença de pessoas que não conhecem precisam de um psicólogo ou isso pode ser uma coisa passageira?
    Belo texto, belo trabalho. E desde já obrigada por esclarecer minha dúvida.

    ResponderExcluir
  12. Oi Marcelo!!!

    Sou cristã da testemunha de Jeová e passei a me interessar por alguns artigos de psicologia, comecei a me envolver bom estou fazendo graduação.
    Estou sendo massacrada pelos irmãos da congregação tipo Jeová não se agrada de algunas atitudes, fico pensando será que estou fazendo o que é contrario a vontade de Jeová Deus.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E como saberei da vontade de Jeová Deus?
      Religião é um tabu em meio a psicólogos e a psicologia é um tabu em meio a religiosos. Creio que ambos os 'tabuseiros' circulam em torno do senso comum...

      Excluir
    2. não ligue pra isso. Isso é ignorância por parte dessas pessoas ( eu sou cristã e temo e acredito em Deus) .
      A questão é, por que eles dizem isso ? em que se baseiam? aposto que é nos filmes da sessão da tarde, só pode. Fora a ignorância, ainda estão sendo preconceituosos, formando um pré conceito, sem nem ao menos saber o que é ser um psicólogo realmente e o que eles fazem.
      Convivo com algumas pessoas assim, hoje em dia sabe onde elas estão? pois é, nem eu, a única coisa que sei é que estão beem longe da vontade de Deus.
      Olha, manda eles estudarem sobre o assunto primeiro, e depois darem uma olhada na bíblia.. por que, que eu saiba se achar o dono da verdade o suficiente pra sair criticando e rotulando as coisas como se eles fossem oniscientes não é muito da vontade de Deus tambem não.

      Excluir
  13. Olá Marcelo , gostaria de agradecer,seu texto me ajudou muito e tirou várias e várias dúvidas ...

    Tenho uma imensa angústia e rejeição que não sei explicar ao certo de onde isso tudo vem , era uma pessoa organizada com tudo e principalmente com minhas contas , mais com os últimos acontecimentos estou extremamente descontrolada , perdida , não produzo metade do que produzia antes em geral e estou muito anti-social .. Se puder me ajude no que posso fazer , procurar e o que falar com um profissional da área
    Desde já agradeço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, amigo. Apenas procure um profissional....

      Excluir
  14. Olá, Dr.Marcelo.
    Seu texto esclareceu-me um pouco. Minha dúvida é: o que o Psicólogo faz com os dramas que a pessoa relata, sinto-me como se estivesse "vomitando" (desculpe) meus problemas para alguém que escuta, mas não dá conselho, afinal o profissional não pode dar conselho, o paciente tem que achar seu próprio caminho, ou seja, pago a consulta para alguém ouvir a ... da minha vida. Saio dali com a angustia, o desespero da situação da vida e ,apenas, repito, pago para alguém ouvir-me. Se é assim, melhor seria ir confessar com um padre ou um pastor. Venho pagando psicólogo há quatro (4) anos e continuo vivendo o mesmo drama nesse vale de lágrimas que é o planeta Terra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A resposta adequada nesses casos é: leve essa angústia relacionada à terapia ao seu psicoterapeuta.

      Excluir
  15. Tenho dificuldade em conviver com conflitos em família isso pode ser problema para procurar um psicólogo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitos têm essa dificuldade. Agora a evitação do conflito pode ser problemática se você não tiver a menor paciência para tolerar tais conflitos e os evita fobicamente. Em sendo esse quadro, procure ajuda...

      Excluir
  16. Gostei mt do seu texto, obrigada. Marquei uma consulta p proxima semana, mas um comentario aqui me desanimou um pouquinho, a pessoa disse pagar e n adiantou nada, mas decidi pagar p ver.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não paga para um outro resolver os seus problemas. Você precisa estar ativamente engajada no processo. Tendo isso, o sucesso é consequência.

      Excluir
  17. Excelente texto e argumentações. Apenas completando, Jesus disse q os doentes precisam de médicos, ou seja, tratamento. Gostei da sua ilustração de a psicoterapia ser a.resposta q mts oram a Deus pedindo, faz td sentido. Parabéns por td seu trabalho.

    ResponderExcluir
  18. Quero dizer q gostei muito do seu texto me identifiquei em alguns trechos, me ajudou e irei procurar a ajuda de um profissional.Sou uma moça tenho 20 anos e meu nome thaylaine e sofro de angústia com muitas confusões e dúvidas na minha mente e vivo reprimindo todos os meus sentimentos em relação a tudo e todos, não me permito chorar e isso cada vez fica pior, não entendo com q propósito Deus me permitiu vir a terra e só não me matei pq não quero proporcionar sofrimento pra minha mãe, não sei tbm pq lutei tanto pra nascer sendo q fui puxada a ferroe ela quase morreu acho q tem a ver um pouco isso com relação a minha posição hoje enfim obrigado e que o senhor jesus te ilumine..

    ResponderExcluir
  19. gostaria de me conhecer melhor,saber mais sobre os propósitos de DEUS na minha vida.Ir ao piscólogo me ajudaria?

    ResponderExcluir
  20. Oi marcelo! eu queria falar que adarei o seu texto ,e te fala que não tenho preconceito,
    mais tenho medo,por não saber quem realmente eu sou, ja tive com psicòlogo,mais não falei toda verdade a ele ,pois tive vergonha,então não adiantou muito ,mais ajudou um pouco mais não mim curou ,e só piora com um tempo ,mais eu sei que preciso vouta a passa com o psicologo,mais tenho medo.

    ResponderExcluir
  21. gostaria de saber quem realmente eu sou,e descobri porque eu tenho tanta vergonha ao mesmo tempo tenho remorso do meu passado,

    ResponderExcluir
  22. Olá me chamo Emanuelly
    Foi bom ler tudo isso sobre o que um psicólogo faz, pois eu quero fazer faculdade de psicologia, só que muitos me perguntavam e comentavam que psicólogo era coisa de louco, e etc...mais eu gosto da ideia de me tornar uma psicóloga...ha passei a gostar também pq tive uma professora e ela era uma psicóloga e eu ficava só observando o modo como ela falava e interagia com agente na sala, eu amava as aulas dela...dai em diante comecei a gostar de psicologia 😍😊

    ResponderExcluir
  23. Tenho 46 anos e fui abandonado pela esposa de forma covarde e repentina, faço terapia e está me ajudando muito a conseguir seguir em frente, fui por conta própria, parabens pelo belo texto Dr. Marcelo.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...